Brincar com os amigos: quão importante é?

Por que é importante jogar com os amigos? Você já se perguntou quando seus pais o “forçaram” a frequentar um campus de verão, embora você prefira ficar em casa e descansar depois da escola?

Por que sair com meninos e meninas da sua idade, abertamente, desistindo por algumas horas? videogame?

O cientistas Eles responderam a estas perguntas: na verdade, eles desistiram de até dez. Alguns especialistas do setor se reuniram para escrever uma lista de dez boas razões para apostar e chamaram-na Manifesto de jogos ativos, porque o jogo ATIVA tudo, não só o corpo, mas também o cérebro e as emoções, fazendo de você uma pessoa satisfeita e feliz.

Os dez princípios do jogo

1. O PLAY AJUDA A GERENCIAR EMOÇÕES

Ao brincar, você molda o que tem dentro de você. Você descobre que é feito de emoções, muitas vezes um pouco mais confusas, mas com a brincadeira ativa você aprende a administrá-las e recupera um equilíbrio natural entre corpo e mente.

2. TOQUE NOSSOS SENTIDOS

Quando você joga, você toca, sente, olha, cheira e saboreia: você explora o mundo com meus cinco sentidos. Redescobrir
a riqueza e a importância de interagir com a natureza e com o que o cerca e também de descobrir como você é feito, do que gosta e do que não gosta.

3. JOGAR É PARTICIPAÇÃO

Ao brincar com os amigos, mas também com a família, redescubra o prazer não só de estar com os outros, mas também de estar consigo mesmo. Você aprende a respeitar os outros, a viver fazendo concessões entre diferentes opiniões, acordos e a entender como é importante ter amigos com quem conversar e que o protejam nos momentos difíceis.

4. ERRADO FAZ PARTE DO JOGO

O jogo é um espaço livre de qualquer julgamento, onde mesmo os erros contêm novas possibilidades e
chance. Assim você pode cometer erros sem se sentir ansioso, experimentar, tentar, encontrar soluções. Então você aprende a não desistir, a administrar os momentos ruins, desenvolvendo a sua autoestima, ou seja, o fato de … reconhecer o quão fantástico você é do jeito que você é.

5. ESTAR JUNTO É UM JOGO DE APRENDIZAGEM

Brincar ensina a se relacionar e a conviver com os outros. Você aprende a respeitar as regras agora
entenda o que as pessoas ao seu redor sentem e pensam.

6. QUEM JOGA MAIS É MELHOR

Brincar faz você se sentir bem, até os cientistas da OMS (Organização Mundial da Saúde) dizem. Brincar ao ar livre contribui para a sua saúde.

7. A AUTO-DESCOBERTA É UM JOGO

Ao jogar, você é livre para se expressar sem limites: descubra quem você é, seus limites e o que você pode fazer bem. Construa sua personalidade e desenvolva seu cérebro.

8. JOGO: TEMPO INDICATIVO ATUAL

O jogo vive no presente. Ele não se refugia no passado, não se preocupa com o futuro. Jogar
Ele ensina você a ficar aqui e agora, a parar, esperar, focar e parar de perseguir o tempo.

9. JOGUE PARA TRANSFORMAR

Brincar desenvolve imaginação e criatividade: você observa a realidade, inventa e imagina mundos fantásticos, finge viver vidas e papéis diferentes, ser outra pessoa. Tudo pode ser transformado.

10. O JOGO É O COMEÇO DE UM MUNDO MELHOR

No jogo, a diversidade é bem-vinda e valorizada. Todos podem ser eles mesmos: diferenças – idade,
sexo ou cultura: eles não são um obstáculo, mas um trunfo. Jogar ajuda a todos, jovens e velhos, a encontrar pontos em
comum com outros. Revela o valor de um mundo mais justo, no qual todas as formas de vida são importantes.

O Active Gaming Manifesto é criado por um comitê científico formado por especialistas na área de crianças e jovens: Alberto Pelai, médico, psicoterapeuta do desenvolvimento e pesquisador da Universidade de Milão; Laura Pomari, psicomotora e antropóloga cultural; Marta Rizzi, psicólogo e psicoterapeuta, Barbara Tamborini, psicóloga educacional e escritora.

Deixe um comentário