11 livros para ler para entender o Afeganistão

Atualmente, a atenção do mundo está voltada para o Afeganistão e o retorno ao poder do Talibã. Mas entender realmente o que está acontecendo no país do Oriente Médio não é fácil. O Afeganistão é um dos territórios mais inacessíveis do mundo, composto de desertos e montanhas, em que nunca houve um poder central forte. Durante séculos, ele se dividiu em facções tribais que nenhum Estado estrangeiro jamais foi capaz de subjugar: nem os britânicos, nem os russos, nem os Estados Unidos, que o mantiveram militarmente por 20 anos.
No entanto, os livros podem nos ajudar a nos aproximar dessa realidade complexa. Aqui estão 11.

1. SOB A BURCA
Por Deborah Ellis
É a história de Parvana, uma garota afegã forçada a se vestir como um menino para trabalhar e ganhar algo para sua família (já que sob o regime do Talibã as mulheres não podem sair de casa a menos que acompanhadas por um homem). É uma história fictícia, mas baseada em muitos testemunhos reais recolhidos pelo autor nos campos de refugiados. Um filme de animação dirigido por Nora Twomey e uma história em quadrinhos foram feitos a partir do livro em 2017..

2. A VIAGEM DA PARVANA
Por Deborah Ellis
Continuação de “Sob a burca”. A autora continua contando a história de Parvana que, após a morte de seu pai, se vê sozinha para se proteger do Talibã. A menina durante sua viagem aos campos de refugiados em busca do resto da família conhece três crianças: um recém-nascido que ela chamará de Hassan, Asif, um menino rabugento e desagradável e Leila, uma menina que mora com uma avó muito velha.

3. CIDADE DE LAMA
Por Deborah Ellis
Livro final da trilogia Ellis sobre o Afeganistão. Desta vez, a protagonista é a amiga de Parvana, Shauzia, que vive em um campo de refugiados feito de lama no Paquistão, de onde decide fugir para se refugiar na cidade de Peshawar. Lá ela faz um trabalho árduo, para o qual é forçada a se disfarçar de homem.

4. O CAÇADOR DE PAPAGAIO
por Khaled Hosseini
Best-seller mundial, fala sobre a amizade entre Amir, um menino afegão de etnia pashtun e Hassan, um hazara e um servo na casa do pai de Amir. Entre a guerra e os horrores do Talibã, Amir, que emigrou para os Estados Unidos, voltará ao Afeganistão para salvar o filho de seu amigo, trancado em um terrível orfanato após o assassinato de seus pais.

5. MIL BONITOS SOL
por Khaled Hosseini
Outra novidade importante é conhecer a situação das mulheres no Afeganistão durante os diversos conflitos que ocorreram ao longo dos anos.


6. HÁ CROCODILOS NO MAR
por Fabio Geda
Enaiatollah, do grupo étnico Hazara, mora em um vilarejo no Afeganistão de onde é forçado a fugir devido à perseguição do Taleban. O primeiro destino é o Paquistão, depois o Irã, onde fica três anos; depois ele vai para a Turquia e de lá para a Grécia. Finalmente, de Corinto, ele partiu de barco para a Itália. O romance é baseado em entrevistas do autor com Enaiatollah, que relata sua experiência.


7. VAMOS PARA AS ESTRELAS ESTA NOITE
por Francesco Casolo e Alì Ehsani
A história de Ali e Mohammed, dois irmãos que após a morte de seus pais deixam o Afeganistão e embarcam em uma incrível jornada rumo à segurança: a Itália.

8. O FOTÓGRAFO
Por Emmanuel Guibert e Didier Lefèvre
Jornalismo, fotografia e quadrinhos se misturam nesta história em quadrinhos que narra a jornada do fotojornalista Didier Lefèvre após “Médicos sem Fronteiras” no Afeganistão devastado pela guerra em 1986.

9. A ÚLTIMA FOLHA BRANCA
Por Farhad Bitani
O autor relata sua autobiografia: do ex-soldado ao diálogo pela paz, mostrando ao mundo a verdadeira face do Afeganistão feita de violência e do uso da religião como instrumento político.

10. PAPAGAIOS VERDES
Por Gino Strada
Uma coleção de histórias do médico e fundador da Emergency, recentemente falecido, em vários teatros de guerra que viveu em primeira mão, obviamente, incluindo o Afeganistão. O título papagaios verdes é o nome de um tipo de mina anti-humana.

11. O GRANDE JOGO
Por Peter Hopkirk
Se você realmente deseja entender o presente do Afeganistão, não pode parar de ler este livro que traça os “jogos” que aconteceram no século 19 entre as grandes potências desta parte do mundo.

Deixe um comentário