De onde vem a areia das praias?

Durante as férias, o mar é o destino mais popular. E alguém, talvez, preguiçosamente deitado ao sol já se perguntou “mas de onde vem a areia que forma as praias? E por que estava tudo empilhado ali? Vamos tentar encontrar uma resposta.

UM PROCESSO MUITO LENTO

Praias foram formados ao longo dos milênios, para acúmulo de sedimentos trazido principalmente por rios. Riachos de água doce trazem areia e detritos para os mares, que são então distribuídos por correntes e ondas ao longo da costa. Praias típicas “construídas” pela contribuição arenosa dos rios são aqueles do Adriático, muito grande e com grãos de areia finos e finos, que alguns chamaram de “praia de veludo”.

No entanto, a aparência de uma praia depende da forma do litoral. Se for alto e rochoso a praia Será formada pelas rochas, depois desintegrada pelas ondas em grãos mais ou menos finos com a erosão e desmoronamentos da própria falésia. Enseadas e enseadas deste tipo, com seixos arredondados, estão por exemplo em Ligúria.

CORES

Se a rocha de origem é calcário, a areia vai ficar claro; se ao invés a origem for vulcânica, a praia estará escura, tal como Stromboli, a ilha Eólia que abriga um vulcão ativo.

Os entulhos que compõem as praias também podem ser origem orgânica, como no caso de praias de coral. Ao redor dos atóis, a barreira é composta por organismos com calcário e esqueletos siliciosos que liberam fragmentos isso constituirá uma arena branco e fino.

Deixe um comentário