As fases da lua: o que são e como funcionam

A Lua é sempre a mesma, mas quando a olhamos da Terra pode parecer diferente dependendo do dia: cheia, meio cheia, às vezes quase parece um sorriso brilhante no céu. Você já notou?

Isso depende do “Fases da lua“Essas são as mudanças na aparência da Lua que a Terra percebe: essas fases se repetem da mesma forma todos os meses, justamente em um intervalo de tempo denominado“ mês sinódico ”que dura 29,5 dias. Ou seja, é o tempo que passa entre a lua cheia (quando vemos a Lua cheia) e a próxima e corresponde ao período que a Lua leva para orbitar a Terra (movimento de revolução). Este número parece familiar para você? Bem, os meses do nosso calendário derivam precisamente dessa cadência da lua.

MOVIMENTOS DA LUA

Para entender melhor como funciona, vamos primeiro lembrar que a lua não brilha com sua própria luz, mas metade está iluminada pelo sol, enquanto a outra metade está na sombra. O que vemos da Terra é sempre o mesmo rosto. Além de girar em torno da Terra, a Lua também gira em seu próprio eixo (movimento de rotação).

Em resumo: a Lua gira sobre si mesma e gira em torno da Terra. A Terra gira em torno do Sol e a Lua o segue neste movimento. Portanto, a Lua pode estar localizada entre a Terra e o Sol, além da Terra em direção ao Sol, ou mesmo “flanqueada” pela Terra.

AS FASES DA LUA

Neste ponto, nós entendemos quais são as fases da lua e aprendemos a reconhecê-los olhando para o céu à noite. Como mencionado, a face iluminada é sempre aquela voltada para o Sol, mas da Terra a aparência da lua muda dependendo de onde ela está localizada na órbita. Portanto, pode acontecer que a face iluminada nem sempre esteja voltada para a Terra.

  • 1. Primeira fase: Lua Nova (Lua Nova)

    Quando a Lua está alinhada entre o Sol e a Terra, é chamada Lua Nova e marca o início do ciclo lunar: é a hora da lua nova. Da Terra vemos a face não iluminada pelo Sol, então no céu não vemos a Lua, pois o brilho do Sol a esconde. Quando a Lua está exatamente alinhada com o Sol e a Terra durante a lua nova, vemos um eclipse do Sol.

  • 2. Segunda fase: a lua crescente

    Em seguida, a Lua se move para o leste e gradualmente se torna mais e mais visível da Terra: no primeiro dia notaremos apenas um prego muito pequeno isso vai ficando maior com o passar dos dias, até o primeiro quarto da lua. Nesta fase, a Lua é chamada de “crescente“: Para nós, que vivemos no hemisfério norte, quando a lua está crescendo, a parte iluminada do disco lunar fica à direita. No hemisfério sul, por outro lado, quando a lua está crescendo, o lado esquerdo estará iluminado.

  • 3. Terceira fase: lua cheia (lua cheia)

    A Lua continua a viajar em sua órbita e quando vem no meio da Terra fica entre o Sol e a Lua: é hora de lua cheia (Lua Cheia), ou seja, quando vemos toda a face da Lua iluminada.

  • 4. Quarta fase: a lua minguante

    Nesse ponto, na segunda quinzena do mês, o fase “minguante” da Lua: a parte iluminada fica cada vez menor e traça as formas já vistas antes da Lua Cheia, mas com a corcunda da Lua voltada para o lado oposto. Neste caso, do hemisfério norte, veremos a parte iluminada à esquerda.

Para lembrar melhor como distinguir a fase de crescimento do declínio do nosso hemisfério, aprenda o provérbio: “Lua crescente de corcunda oeste, Lua minguante de corcunda leste

Chegamos então ao último quarto da Lua, que completou três quartos de sua trajetória, então apenas em um segmento, uma espécie de foice. Finalmente, teremos uma lua nova e o ciclo das fases lunares começará novamente.

Deixe um comentário