É verdade que os lemingues se suicidam?

Hoaxes sempre existiram, um pouco como o desejo de contar (e ouvir) histórias sempre existiu. Existem alguns, no entanto, também no mundo da ciência e da natureza, que são particularmente longevos. Como o mito do suicídio em massa do lemingue (ou slogans), os pequenos roedores árticos.

Na verdade, muitos ainda acreditam que, periodicamente, esses curiosos animais eles pulam do penhasco como um grupo acabar com sua vida afogando-se nas águas geladas dos mares.

PROCURANDO A VERDADE

O primeiro dever do detetive de notícias, porém, é desconfiar de explicações fáceis que, no caso dos animais, muitas vezes atribuem a eles comportamentos “humanizados”, ou seja, próprios do ser humano. E, de fato, investigando a lenda dos lemingues, descobrimos que …

1 – É UMA (PEQUENA) DISNEY FALTA

Em 1958, a Disney produziu o documentário Deserto branco, em que apareceram os “lemingues suicidas”. Mas foi um hype: o tiroteio aconteceu em Alberta, uma província do Canadá, onde não há lemingues (nem mesmo o mar!); portanto, algumas dezenas foram importadas propositalmente e … o resto foi feito montando truques. A história completa pode ser encontrada em Attivissimo.net, o site profissional “sbufalatore” Paolo Attivissimo.

2 – COMO SÃO AS COISAS: AS LEMMINGS REALMENTE SUICÍDIO?

Em ciclos que duram alguns anos, as comunidades Lemming podem ir deser muito numeroso para perto da extinção. A razão? Lá escassez de alimentos e em particular de musgo.

Quando isso acontece, ou seja, há escassez de alimentos, os lemingues migram em busca de novos suprimentos e alguns morrem. Provavelmente porque, nesses grandes agrupamentos, Cair na água e mesmo que saibam nadar, eles se afogam. O suicídio, porém, não tem nada a ver com isso!

Deixe um comentário