Por que os livros e filmes policiais são chamados de thrillers?

POR QUE OS AMARELOS SÃO CHAMADOS ASSIM?

A Livros amarelos eles foram chamados assim da editora Arnoldo Mondadori, em 1929, publicou uma série de livros de detetive eles gostaram cobrir essa cor. Seus avós ainda vão se lembrar, com certeza: com certeza vão ter nas livrarias.

Os elementos que devem necessariamente existir em um livro “amarelo” Sou Ele crime, a investigação e ele solução do crime. A personagens principal do “amarelo“em vez disso, são: o vítima, a culpado e ele detetive.

O PRIMEIRO AMARELO DA HISTÓRIA

O primeiro amarelo publicado nesta série foi A estranha morte do Sr. Benson da SS Vandine, noventa anos atrás. As amarelas eram vendidas, assim como nas livrarias, também nas bancas de jornais, e tinham uma capa amarela brilhante para torná-las visíveis em todas as revistas.

A PRIMEIRA POLÍCIA

Os romances que falavam de um crime e da investigação subsequente eram chamados de detetives. O Primeiro O texto policial da história é oficialmente “Os assassinatos da Rue Morgue” escrito por Edgar Allan Poe em 1841, onde o protagonista Auguste Dupin Ele é o primeiro detetive da literatura.

COMO UM ANÚNCIO DEVE SER “AMARELO”

No centro da história deve haver um mistério, ou um crime; para Lugar, colocar preciso, como o trem de Assassinato no Expresso do Oriente por Agatha Christie; a razão do crime, por isso foi cometido, e o álibi dos suspeitos e o resolução do caso.

A investigação, que leva a trama ao final, pode ser:

  • 1 dedutivo, como Sherlock Holmes, o detetive escocês criado por Arthur Conan Doyle onde é o investigador que deduz a verdade final resolvendo enigmas;
  • 2. gradualmente resolvido por eventos inesperados ou de revelações inesperadas;
  • 3 indutivo como a do inspetor Montalbano, onde os personagens, ao longo da história, revelam a verdade.

QUAIS SÃO OS NOMES AMARELOS EM OUTROS PAÍSES?

Na América H.ard cozido, que significa “fervido” na França Não ir, a cor de um colar de detetive popular, ou Polar (literatura policial); na Espanha Romances de suspanse (“contos de tensão”) na Grã-Bretanha Romance de suspense, isso é “cha de i calafrios“, mas aqui o protagonista da história não é o investigador mas o vítima ou o culpado.

Deixe um comentário