O que são vídeos satisfatórios e como funcionam

Veja como os bolos são polidos repetidamente, as pedras que são cortadas graças a lâminas especiais como se fossem pedaços de manteiga, balões explodindo bolas de futebol, lodo cores que se estendem como cobras: tudo isso te dá uma paz inexplicável? Então você sabe o que eu vídeo satisfatório.

RELAXANTE E ANTI-STRESS

Hoje, em média, a cada minuto um vídeo desse tipo é publicado no Instagram com a hashtag #OddlySatisfying. Os mais populares ultimamente são os slimes, que, segundo o Google, foram os DIYers mais virais em 2017, provocando uma escassez nacional de cola nos Estados Unidos.

Vários estudiosos tentaram descobrir a razão científica pela qual esses vídeos criam uma sensação de bem-estar e satisfação. Parece que eu olho vídeo satisfatório Eles desencadeiam a liberação de serotonina e dopamina, os produtos químicos (neurotransmissores) em nosso cérebro que fazem você se sentir feliz. Eles são os mesmos que são ativados quando você come alimentos açucarados, mas também quando … você recebe uma notificação no seu celular!

O formigamento

Além disso, estes neurotransmissores Eles estimulam os meridianos sensoriais autonômicos, o que causa aquela sensação de formigamento na pele que todos nós conhecemos e que provoca emoções positivas. Você sente quando um ente querido te abraça, ou quando você mergulha em um banho quente, por exemplo.

Swansea University (Reino Unido) realizou uma pesquisa e descobriu que metade dos indivíduos que viram o vídeo satisfatório sentiram precisamente essas “formigas”: elas mesmas relataram ter ouvido um formigamento no couro cabeludo, depois ao longo do pescoço e na coluna. Esta reação é chamada ASMR, AResposta sensorial autônoma do meridiano. Em italiano significa Resposta Sensorial do Meridiano Autônomo, que é o processo físico que causa o estado de bem-estar.

POR QUE OS VÍDEOS SATISFATÓRIOS SÃO TÃO POPULARES?

Nos últimos anos, os estudiosos notaram um aumento do estresse e da ansiedade em pessoas ao redor do mundo, mas também um aumento no vício do telefone e a necessidade de gratificação instantânea entre os muito jovens.

As crianças começam a usar o celular desde muito cedo, renunciando cada vez mais ao trabalho manual e tátil, que consideram gratificante nos vídeos.

Na verdade, de acordo com um especialista da Universidade de Pecs (Hungria), quando olhamos para eles ficamos satisfeitos com o “teoria do neurônio espelho”. De acordo com essa teoria, observar alguém realizar uma ação estimula a mesma resposta neurológica de quando a realizamos nós mesmos.

Em outras palavras, se fossemos nós que cortássemos o sabão ou mantivéssemos o limo, nos sentiríamos tão bem.

Outros estudiosos, entretanto, acham que eles se tornaram virais não porque reproduzem uma experiência tátil, mas por causa dos efeitos calmantes causados ​​por imagens em câmera lenta combinadas com sons antiestresse.

É como ver uma bela pintura: admirar uma pintura de que você gosta particularmente te faz sentir em paz e em paz, certo?

Deixe um comentário