Caranguejo eremita: fatos e curiosidades!

Caranguejos eremitas são crustáceos cujas dimensões variam consideravelmente, mas em média rondam os 80 mm. Dotado de grandes garras por vezes não simétricas, tem um ventre macio não protegido por uma concha, belos olhos verdes e sobretudo uma cauda capaz de agarrar uma concha com força para torná-la seu lar. Na verdade, todo caranguejo eremita ele vive levando sua própria concha com elee, quando cresce ou encontra no caminho uma concha mais adequada, abandona a antiga e muda de “casa”. Mas cuidado, a casca já está sempre vazia do gastrópode quem morava lá!

A CONCHA DO PAGURO

Os caranguejos eremitas usam as conchas para se esconder dos predadores. É por isso que ele sempre escolhe uma concha capaz de contê-lo totalmente, assim, no momento de perigo, pode-se refugiar lá completamente, incluindo isso. Além disso, para se misturar melhor com as pedras, não é incomum esse pequeno animal criar raízes na casca. esponjas ou actínia (pequenas anêmonas do mar) que passam despercebidas na rocha ou no fundo do mar.

Uma curiosidade? Quando o caranguejo eremita muda de concha, muitas vezes leva também suas anêmonas do mar com ele!

caranguejo eremita
Um caranguejo eremita escondido em sua concha
Créditos: Shutterstock

O QUE O PAGAMENTO COME?

O caranguejo eremita é conhecido como um animal “carniceiro”, que é uma criatura que se alimenta de detritos e podridão de qualquer tipo. A dieta do caranguejo eremita é de fato onívoro e inclui restos de algas, vegetação marinha, pequenos moluscos ou carcaças de peixes.

ONDE O PAGURI MORA?

Existem perto de quinhentas espécies conhecidas de caranguejo eremita, muitos dos quais vivem em ambientes aquáticos, mas nos trópicos também existem caranguejos eremitas coloridos. Em todo caso, nossos mares estão cheios desses pequenos crustáceos, que se escondem entre as rochas ou no fundo do mar não muito profundo.

COMPORTAMENTO

Os caranguejos eremitas são animais muito territoriais, eles adoram ficar sozinhos (em inglês, eles são chamados de caranguejo eremita ou “caranguejo solitário”) e não suportam quem tenta entrar na área que ocupam.

Deixe um comentário