Estranhas “ciências”: o que é criptozoologia?

Macacos prateados que viram invisível, pássaros que eles criam tempestades quando eles voam, toupeira-ornitorrinco que eles cheiram tesouros: eles são algumas das bestas fantásticas de Newt scamander, o magizoologista estudado por Harry Potter e seus companheiros na escola fictícia de Hogwarts criada por JK Rowling. Mas você já imaginou que nosso mundo “trouxa” também tem uma série de estudos incríveis com animais? E ele criptozoologia: a “ciência dos animais ocultos” (de kryptos: escondido, na verdade).

O mundo acadêmico o rejeita categoricamente, chamando-o de um pseudociência sem qualquer fundamento, pouco mais do que uma caça a monstros que nunca existiram.

ENTRE REALIDADE E FANTASIA

A verdade é que ele sempre foi um homem inventar lendas relacionado ao mundo animal. Seres que agora conhecemos são fruto da imaginação, como o unicórnio, a sereia, o dragão, a fênix, até apareceram nas enciclopédias de naturalistas e geógrafos do século XVII. Foi apenas no século seguinte que eles desapareceram desses livros científicos, mesmo que alguma besta estranha permanecesse, como o Microcosmus marinus: estando tão espalhado que parece uma ilha.

A criptídeosComo os animais “ocultos” são definidos, eles quase sempre se revelaram “fraudes”: agora é verdade que o monstro do Lago Ness, os dragões ou o Pé Grande são apenas mitos, apesar dos numerosos testemunhos daqueles que acreditam que eles têm o Eu tenho visto.

No entanto, existem animais lendários descobertos mais tarde na natureza e aceitos pela comunidade científica como os Lula Gigante (conhecido no passado como kraken) e especialmente ookapi (um pouco de cavalo, um pouco de zebra e um pouco de girafa) sobre os quais só ouvimos falar nas histórias de tribos africanas.

Munidos desses sucessos, os criptozoologistas afirmam que os animais não devem ser divididos em duas categorias: autênticos de um lado e imaginários de outro. Haveria, em sua opinião, espaço para pesquisa não tradicional que pode ajudar a desvendar mistérios de criaturas fantásticas e onde encontrá-los.

Vamos dar alguns exemplos

GIANT SQUID – REAL

Habitante esquivo da escuridão subaquática, terror dos navios que navegam nos mares mais profundos, criatura considerada lendária por muito tempo: a lula gigante, por outro lado, existe realmente e também foi imortalizada em fotos e vídeos. Nome científico: Architeuthis dux e é o maior invertebrado vivo da Terra. Tem olhos do tamanho da cabeça de um homem e tentáculos do tamanho de um ônibus. O maior espécime cientificamente documentado é 18 metros de comprimento e o peso pode ser de até uma tonelada.

YETI – LEGEND

“Ser ou não ser esse é o dilema?” Para o abominável homem das neves, a questão agora parece resolvida: ele nunca existiu. Ciências Eu não encontrei uma única provaa de sua presença na Terra. Todos os avistamentos, nas montanhas do Himalaia, da misteriosa criatura de até 2,40 metros de altura e coberta por uma espessa pelagem escura, revelaram-se “falsos”. E os espécimes anatômicos encontrados e associados ao Yeti (da palavra Sherpa: sim-teh, isto é, “aquela coisa”) pertencem apenas a certas variedades de urso.

DRAGÕES – LENDA (MESMO SE …)

Protagonistas onipresentes de lendas, mitos e narrativas fantásticas (o que há de mais moderno em cronologia jogo dos tronos) dragões, criaturas gigantes com uma vaga aparência de serpente, capazes de voar e cuspir fogo, há muito habitam a imaginação de todas as culturas do mundo. Nos últimos séculos, importantes naturalistas, como o grande cientista Ulisse AldovandriEles até os consideravam reais. Hoje sabemos que são criaturas fantásticas, mas a criptozoologia continua em busca de evidências de sua existência no passado.
Na verdade, com um nome bonito, existe um dragão de verdade: é o Dragão de Komodo, um enorme lagarto monitor que vive na ilha da Indonésia.

CHUPACABRA – LENDA

O mitológico “otário de cabra” é um animal vampiro das áreas desérticas da América Central: aproximadamente um metro e meio de altura, coberto de cabelos acinzentados, com grandes olhos vermelhos, membros de três dedos com garras e caninos protuberantes. Teria a particularidade de penetrar nos tecidos e ossos das vítimas, graças a um apêndice pontiagudo em seu corpo, para injetar uma substância que impeça o rigidez cadavérica. Depois de fazer três orifícios triangulares na garganta, ele os sangra completamente. Porém, felizmente para nós, ele é apenas uma lenda!

DAHU – LEGEND

As origens do Dahu se perdem nas brumas do tempo. Mesmo em pinturas rupestres em cavernas finlandesas, onde um caçador pode ser visto perseguindo um mamífero com pernas assimétricas. Esta criatura lendária fofa semelhante a uma cabra montesa Tem, de facto, uma característica particular: as pernas direitas são mais compridas que as esquerdas (ou vice-versa) para se moverem melhor nas encostas íngremes das montanhas. Na verdade, não há espécimes capturados, fotografias ou outros artefatos para provar sua existência.

Deixe um comentário