Vitaminas: o que são e por que são boas para nós

história das vitaminas é antigo e global: o mundo inteiro participou de sua descoberta. Já os antigos egípcios, mais de 3.500 anos atrás, haviam intuído a importância das frutas e vegetais para nossa dieta. Então, em 1747, um cirurgião escocês, James Lind, percebeu que as frutas cítricas eram capazes de prevenir a doença do escorbuto, naquela época muito difundida e por falta de vitamina C.

No entanto, o bioquímico polonês Casimir Funk cunhou a palavra vitamina, literalmente “amina vital” em 1912.

O QUE SÃO VITAMINAS?

Vitaminas são deuses micronutrientes indispensável para o corpo humano. Eles agem como coenzimas, isto é, pequenos ajudantes capazes de acelerar e otimizar processos químicos acontecendo em nossas células. Graças à sua ação, nossos ossos são fortalecidos, nossos olhos enxergam melhor, nosso sistema nervoso fica mais ativo e nossas defesas imunológicas são mais eficientes. Em suma, graças às vitaminas, somos mais fortes!

Até o momento, vários grupos de vitaminas e eles são nomeados em ordem alfabética. Podemos distinguir as vitaminas em dois grupos: Água solúvel, isto é, eles se dissolvem na água, e gordura solúvel, que se dissolvem na gordura.

Vitaminas solúveis em água incluem vitamina C e vitaminas B. Vitaminas solúveis em gordura incluem vitamina A, D, E, K.

O QUE SÃO E ONDE OS ENCONTRAR?

  • Vitamina A (retinol): é muito importante para o correto desenvolvimento de tecidos do nosso corpo. Tem ação antioxidante, ou seja, neutraliza moléculas ruins que correm o risco de danificar nossas células.
    Melhora a visão, mantém a pele e as membranas mucosas saudáveis ​​e intactas e melhora o sistema imunológico.
    É típico do frutas e vegetais amarelo-alaranjado, como cenoura, damasco e abóbora.
    Curiosidade: a vitamina A é sensível ao calor, então é melhor comer esses alimentos bruto (sempre bem lavado).
  • Vitaminas do grupo B: incluem 8 micronutrientes.
    – B1 (tiamina)
    – B2 (riboflavina)
    – B3 (niacina)
    – B5 (ácido pantotênico) – B6 (piridoxina)
    – B7 (biotina)
    – B9 (ácido fólico)
    – B12 (cobalamina).
    Quantos nomes estranhos, é melhor lembrá-los com letras! Este grupo está no Cereais integrais (ótimo para o café da manhã), no legumes, sobre fruta seca e em vegetais de folhas verdes, como espinafre e alface.
    Entre estas, muito importante é a vitamina B12, que, ao contrário das outras irmãs, está presente exclusivamente em produtos de origem animal, como leite, ovos, peixe e carne. Este grupo de vitaminas é um aliado da nossa saúde sistema nervoso.
  • Vitamina C (ácido ascórbico): Essa vitamina, talvez a mais conhecida, tem muitas funções positivas.
    Em primeiro lugar, está diretamente envolvido na produção de colágeno, permitindo assim a manutenção de gengivas, dentes, pele e articulações saudáveis. Ele também tem propriedades antianêmico, uma vez que promove a absorção do ferro da dieta e é o aliado número um de nossas defesas imunológicas. Tem importante efeitos antioxidantes, portanto, protetor para nossas células e tem uma ação protetora para nosso estômago.
    Podemos encontrá-lo em frutas cítricas, como laranjas e limões, em kiwi, no amoras, No Pimenta Doce e em vegetais de folhas verdes, como alface e espinafre.
  • Vitamina D: Nós a tomamos em uma forma inativa, ou seja, vitamina D3 (colecalciferol), e então a ativamos em nosso corpo. A forma inativa de alimento é encontrada em peixe, sobre eu no, no queijos está no Leite. Uma vez absorvido pelo intestino, é ativado ao nível da nossa pele, graças à luz do sol. Por este motivo, é importante caminhar ao ar livre todos os dias ao sol.
    A vitamina D é muito importante para saúde de nossos ossos e nossos dentes.
  • Vitamina E: inclui um grupo de vitaminas, a mais comum das quais é tocoferol. Tem ação antioxidante, ou seja, protege nossas células da ação de algumas substâncias nocivas (radicais livres). Ele também participa do bom funcionamento do sistema imunológico.
    Se encontra no óleos vegetais, como a da azeitona, no fruta seca, sobre vegetais de folhas verdes e emabacate.
  • Vitamina K: seu nome deriva da palavra dinamarquesa Koagulation ou coagulação.
    Sua presença permite, de fato, a correta síntese de proteínas do coagulação, que é o processo que ocorre quando se forma uma crosta, quando, por exemplo, arrancamos os joelhos. Se encontra no vegetais de folhas verdes e em legumes, como feijão, lentilha e grão de bico.

Pegue um dieta equilibrada e comer frutas e vegetais da estação de várias cores todos os dias nos permite, portanto, tomar todas as vitaminas de que precisamos e, portanto, manter nosso corpo forte e saudável.

FONTES

  • O repórter de nutrição, Jack Challem, 1997
  • Instituto Superior de Saúde
  • Epicentro ISS

Deixe um comentário