Sendo simples como a pedra

Estes adquiriram o Um na antiguidade:

O céu adquiriu o Um e tornou-se transparente,

A terra adquiriu o Um e tornou-se tranquila,

O espírito adquiriu o Um e tornou-se desperto,

Os vales adquiriram o Um e tornaram-se opulentos,

Os dez mil seres adquiriram o Um e tornaram-se vivos,

Os príncipes e reis adquiriram o Um e tornaram-se o eixo do mundo.

Esses alcançaram a supremacia

 

O céu não se tornando transparente temerá rachar-se;

A terra não se tornando tranquila temerá estremecer;

O espírito não se tornando desperto temerá exaurir-se;

Os vales não se tornando opulentos temerão secar;

Os dez mil seres não se tornando vivos temerão extinguir-se;

Os príncipes e os reis não se tornando nobres temerão a derrota.

Por isso,

O nobre utiliza a humildade como Princípio,

O alto utiliza o baixo como base

 

Sendo assim,

Os príncipe e os reis denominam-se a si mesmos de órfãos, carentes e indignos.

Isto seria utilizar a humildade como princípio, não seria?

Por isso, alcançar o valor é aproximar-se do não-elogio.

Não desejando o vulgar como o jade,

Sendo simples como a pedra.

Tao Te King, de Lao Tse, capítulo 39, tradução de Wuh Jyh Cherng ed. Mauad X

 

Assine o MONOMITO no fim da página. Você receberá cada nova postagem por e-mail.

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s