As Máscaras de Deus

Neste encontro do curso Mito e Individuação, debatemos a presença do masculino na Mitologia. O Pai, o Amante e o Herói, e suas ações ambíguas em relação ao feminino. Também falamos sobre O nascimento do monoteísmo e da herança sincrônica entre os povos indo-europeus e os povos semitas: no entanto, uma diferença importantíssima no caminho do deus do raio fez com que suas manifestações diferissem substancialmente: entre os Indo-Europeus, conforme as tribos nômades invadiam os territórios ociosos e anexavam populações, o deus do raio casava-se com a deusa do lugar. Vejam o exemplo de Zeus, talvez o deus com o maior número de amantes da Mitologia. Por outro lado, entre os semitas, o território de tomada foi o deserto, em si mesmo estéril, castigador, difícil; o deus do raio semita então passará a subjugar as deusas todas e associá-las ao demônio. O Yaweh do Antigo Testamento é o protótipo desse deus, e essa marcha, em plena forma hoje em dia, foi responsável pela criação do monoteísmo.

Por fim, debatemos a presença do masculino no Oriente, sempre pensado em oposição complementar ao feminino, ambos funcionando como princípios dinâmicos da mesma unidade fundamental, que se chama Brahma, Tao, Pan ku…

 

Assista abaixo à aula do curso Mito e Individuação. Mais detalhes veja aqui goo.gl/4Qie6a

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s