O Minotauro

A ideia de uma casa feita para que as pessoas se percam talvez seja a mais extravagante que a de um homem com cabeça de touro, mas as duas se juntam e a imagem do labirinto convém à imagem do minotauro. Fica bem que no centro de uma casa monstruosa haja um habitante monstruoso.

O minotauro, metade touro e metade homem, nasceu dos amores de Parsifae, rainha de creta, com um touro branco que Posêidon fez sair do mar. Dédalo, autor do artifício que permitiu se efetivarem tais amores, construiu o labirinto destinado a encerrar e a ocultar o filho monstruoso. Este comia carne humana; para seu alimento, o rei de creta exigia anualmente de Atenas um tributo de sete mancebos e sete donzelas. Teseu decidiu salvar sua pátria daquele gravame e ofereceu-se voluntariamente. Ariadne, filha do rei, deu-lhe um fio para que não se perdesse nos corredores; o herói matou o minotauro e pôde sair do labirinto.

Ovídio, num pentâmetro que pretende ser engenhoso, fala do homem metade touro e touro metade homem; Dante, que conhecia as palavras dos antigos mas não suas moedas e monumentos, imaginou o minotauro com cabeça de homem e corpo de touro (Inferno, XII, 1-30).

O culto do touro e da acha dupla (cujo nome era labrys, que logo pôde resultar em labirinto) era típico das religiões pré-helênicas, que celebravam tauromaquias sagradas. Formas humanas com cabeça de touro figuraram, a julgar pelas pinturas murais, na demonologia cretense. Provavelmente, a fábula grega do minotauro é uma versão tardia e canhestra de mitos antiquíssimos, sombra de outros sonhos ainda mais horríveis.

O Livro dos Seres Imaginários, Jorge Luis Borges e Margarita Guerrero, páginas 97 e 98, Companhia das Letras. Tradução de Carmen Vera Cirne Lima

Participe da nova turma do curso de Introdução ao Mito em aulas presenciais ou online, via videoconferência. Além do Minotauro, nos debruçaremos sobre a Mitologia Grega e toda a herança mitológica do mundo. Detalhes você encontra clicando aqui 

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s