Sacrifício e Felicidade

Joseph Campbell nos dá o prazer de ouvi-lo falar sobre a vida a partir de uma perspectiva mitológica. Nesse episódio da série O Poder do Mito (disponível em DVD e em livro), Campbell explora a relação do ser humano com o natural mundo das formas selvagens, e a mudança nas metáforas religiosas quando deixamos de ser caçadores apenas para nos tornarmos também agricultores. Em seguida passamos ao Sacrifício, o casamento e o caminho de seguir a pequena intuição que nos diz sempre – desde que estejamos dispostos a ouvir – onde está nossa felicidade. Follow your bliss. Mitologia é a canção do Universo.

JD Lucas é mitólogo, pesquisador associado à Joseph Campbell Foundation, e líder da RoundTable Mitológica Rio de Janeiro, célula brasileira do programa de discussões sobre o Mito capitaneado pela JC Foundation em todo o mundo. Atualmente, ministra os cursos de Mitologia Afro-Brasileira, Introdução ao Mito e Jornada para a Alma.

2 comentários sobre “Sacrifício e Felicidade

  1. Estou amando esta página que está me ajudando muito em meus estudos ,obrigado por compartilhar ,procurando tema para TCC ,seus textos irão me ajudar na decisão com certeza !!!

  2. A carta do Chefe Seatlle ao Presidente Americano, demonstra a extrema integração desses povos com o ambiente em que viviam, ou seja a total relação existente entre tudo e todas as coisas. A destruição de um povo extingue suas crenças, seu modo de avaliar a vida e a morte, as relações que os tornam unidos, etc. Infelizmente os Americanos em sua marcha para o Oeste, dizimaram muitos desses povos, apagando quase por completo todos os seus conhecimentos. Existe um livro com o título: ” Enterrem meu coração na curva do rio” que relata com detalhes o desaparecimento dos nativos americanos. Eis alguns depoimentos: ” Meus amigos, há muitos anos estamos nesse território; nunca fomos ao território do Pai Grande, incomodá-lo sobre qualquer coisa. Foi seu povo que veio ao nosso território, incomodar-nos, fazer muitas coisas más e ensinar nosso povo a ser mau…Antes de seu povo atravessar o oceano para vir a este país, e dessa época até agora, nunca propuseram comprar um lugar que fosse igual a este em riqueza. Meus amigos, este território que vieram comprar é o melhor que temos…este território é meu, cresci aqui; meus antepassados viveram e morreram nele e quero permanecer nele.

    Kangi Wiyaca (Pena de Corvo)

    “Quando a pradaria está pegando fogo, vêem-se os animais cercados pelo fogo; vê-se que eles correm e tentam esconder-se para não se queimarem. Desse jeito é que estamos aqui”

    Najinyannupi (Cercado)

    “Não queremos homens brancos aqui. As Black Hills pertencem-me. Se os homens brancos tentarem tomá-las, lutarei.

    Tatanka Yotanka (Touro Sentado )

    “Eles nos fizeram muitas promessas, mais que posso lembrar, mas nunca as cumpriram, menos uma: prometeram tomar nossa terra e a tomaram”

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s