Em todos os lugares, em todas as culturas, tribos e civilizações, ao longo destes milhares anos de história da humanidade, sempre existiram pessoas que realizaram viagens interiores e abraçaram o Universo, amaram a Vida, expandiram a consciência, sentiram a unidade e perfeição de todas as coisas em um Cosmos Unificado e Orgânico. Agora, com as viagens espaciais, a tecnologia do aço e eletrônica avançada, temos novas abordagens sobre a mesma realidade: SOMOS FILHOS DOS ESTRELAS, e dizem também: IRMÃO SOL, IRMÃ LUA., TERRA GAIA. A verdade é que, seja em uma tenda indígena americana, no alto do Himalaia, nos mosteiros e templos, nas verdes florestas tropicais, nas sonoras e vivas comunidade africanas, sempre encontramos ao longo dos tempos pessoas que fazem esta ligação mística e fundamental: o ser humano É O EIXO E FLECHA DO UNIVERSO, QUE EM SUA INFINITA COMPLEXIDADE E CONSCIÊNCIA deve considerar cada pedaço desta Terra como sagrado. Cada ramo brilhante de um pinheiro, cada punhado de areia das praias, a penumbra na floresta densa, cada clareira e inseto a zumbir são sagrados na memória e experiência de todos nós. A seiva que percorre o corpo das árvores carrega consigo as lembranças da humanidade. Os mortos do homem esquecem sua terra de origem quando vão caminhar entre as estrelas

Cacique Seattle

 

 

Site do projeto

http://www.planetarycollective.com/

A Sacralidade da Terra

Um comentário sobre “A Sacralidade da Terra

  1. Pingback: A Sacralidade da Terra | Canto para nós-outros .

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s