O simbolismo do casamento

O ritual do casamento sempre foi análogo à morte. Simbolicamente, entende-se que os noivos morrem para condição infantil e passam para o novo plano existencial reunidos numa nova entidade, de seres unificados, maduros, que contribuirá com filhos e reiterará a estrutura familiar  fundamental da sociedade.

Entre nós, certos símbolos e costumes tratam de expor o simbolismo do casamento como evento de morte que enseja o renascimento. A Aliança como símbolo daquilo que está completo, perfeito, equalizado, unificado. A cor branca do vestido é análoga à pureza e castidade, ao imaculado, e portanto, ao nascido; o que diz respeito também ao simbolismo do Véu, que separa a noiva do mundo comum e a insere no mundo imaculado (o Lar). O lançamento de grãos, especialmente o Arroz, como costume herdado do oriente com vias de promover a fertilidade. Também é característica simbólica da história de Perséfone que a noiva seja raptada (lua de mel) para o subterrâneo (morte) e posteriormente, retorne (renascimento). Perséfone também é associada ao ciclo da vegetação (grãos), que perfaz, portanto, todo o simbolismo exposto até aqui.

O casamento em outras sociedades, com toda variação de cores, estilos, costumes e jogos, reitera o mesmo simbolismo. E não foi diferente com um casal  de filipinos. Dias depois de haver pedido Leizel May em casamento, Rowden Go, de 29 anos, foi surpreendido pela notícia de que tinha um câncer no fígado que o mataria em pouco tempo. Conforme a vontade dos noivos de prosseguir com a cerimônia, os familiares se mobilizaram e, em 12 horas, a o ritual foi realizado.

O vídeo que você vai assistir agora foi divulgado pelo irmão do noivo, Hasset Go, que também foi padrinho. Os padrinhos, desde a antiguidade, são eleitos para garantir o renascimento dos noivos e crianças. São uma espécie de âncora do mundo espiritual, que não permitem, pela sua força, que o espírito se perca na troca de planos. É por isso que batizamos nossos filhos e elegemos padrinhos em nosso casamento, para que de sua força tenhamos a segurança de realizar a travessia.

Rowden Go morreu dez horas depois de casado.

 

Fonte: Catraca Livre

*

Como hierofania (manifestação do sagrado), o casamento reitera a união fundamental entre Céu e Terra para a criação da Vida. Una-se ao Monomito em sagrado matrimônio e assine o blog para receber outros presentes como esse. Basta preencher seu e-mail e clicar em enviar no fim da página ou no menu do cabeçalho.

Sim.

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s