Canções Mitológicas – João Bosco

A música brasileira conhece muitos criadores engajados na construção de uma linguagem que reflita intimamente suas disposições anímicas mais desconcertantes; João Bosco é um grande representante desses criadores. Traçou seu próprio limite e sempre fez questão de transcendê-lo. Hoje está inscrito como uma lenda, porque fundamentou uma estética própria – feita dos influxos de todas as outras. Cercado de parceiros dos mais habilidosos: Wally Salomão, Antônio Cícero, Aldir Blanc, Capinam…

Escolhi alguns momentos de sua vasta obra pra abrir aqui um convite a conhecer a multiplicidade polipoética do homem, em dois momentos de pronunciada carga mitológica.

1. Quilombo + Tiro de Misericórdia + Escadas da Penha

O tema do negro é ostensivamente tratado na obra de João: a herança rítmica, histórica, mítica! No medley gravado em 1991 para o disco acústico, em parceria com Aldy Blanc, João explora essa estética até o êxtase:

2. Salve o Criador

Na onda que balança percorre o vasto mar da música caribenha. A água – como o que lava, renova, apaga e afoga – está presente no disco. A Onda. Nesta, o mito do Gênesis é revisitado.

 

Um comentário sobre “Canções Mitológicas – João Bosco

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s